Home / Saúde / Que tal curtir o Carnaval com saúde? Confira

Que tal curtir o Carnaval com saúde? Confira

A alimentação funcional ajuda quem quer fugir dos excessos da folia

Pular que nem pipoca é fácil, difícil é atravessar o Carnaval sem ter gripe, ressaca e outros baques na saúde, já que todos os esforços estão concentrados em curtir a folia. Como, então, proteger o corpo dos excessos típicos dessa época? A alimentação pode servir de aliada para quem quer manter o bem-estar e correr atrás do trio elétrico, afinal, só não vai quem não tem pique.

Depois de adoecer por quase um mês, enfrentar ressaca e até um indesejado ganho de peso, a cineasta baiana Carolina Falcão, 30 anos, decidiu que não queria mais sofrer. Apaixonada pelo Carnaval, Carol mudou a rotina e criou um cardápio saudável a cada dia de folia para aguentar “o ritmo frenético” sem danos.

Lasanha de berinjela, arroz integral, macarrão e proteínas magras, como peixe e frango, foram alguns dos escolhidos para “forrar a barriga” nos dias de festa. Além disso, o cardápio inclui suco verde todos os dias e prioriza comidas leves, como frutas, raízes e sopa de tomate.

“Eu não comia nada, ficava doente, quase desmaiei no bloco. Ou, então, saía da dieta e engordava, mesmo andando e dançando muito. Daí veio a ideia de fazer um cardápio leve, balanceado e que desse energia”, explica Carol, que sempre contou com acompanhamento nutricional.

A bebida também ganhou um tratamento especial, afinal até doença celíaca foi descoberta no caminho. Sem poder beber cerveja, por causa da intolerância ao glúten, a solução encontrada foi fazer seu próprio geladinho alcoólico e levar em uma bolsinha térmica.

“Bebo muito e não vou deixar de beber no Carnaval. Mas também me hidrato muito”, pondera. Além do geladinho, a bolsa inclui outros lanches. “Tento comer a cada 4 horas, mesmo sem fome, porque sinto que o corpo começa a ficar fraco. Levo  barrinhas de cereal e até saquinho de castanha”, conta.

Redução de danos
Enfrentar o período de excessos requer o consumo de alimentos que contenham nutrientes para auxiliar nos processos de detoxificação, como destaca a nutricionista esportiva funcional Francis Moura, 35. Ou seja, consumir alimentos nutritivos que auxiliam na eliminação de toxinas e substâncias prejudiciais ao organismo como o álcool.

Entre os alimentos anti- inflamatórios e antioxidantes, por exemplo, estão o gengibre, o alho e as frutas vermelhas. Já entre os que ajudam a combater a ressaca e recuperar o fígado estão água de coco, brócolis e couve. Própolis e alho estão entre os indicados para fortalecer a imunidade.

O ideal, segundo a nutricionista, é evitar excessos principalmente do álcool. Outra dica é não consumir alimentos em locais com higiene duvidosa. “Para quem vai enfrentar a maratona de blocos e trios, as refeições ricas em carboidrato e moderadas em proteína e gordura são mais indicadas”, completa.

Redução de danos é, afinal, a principal dica. Pelo menos foi o que Carol tentou fazer nos últimos anos. “Aprendi a não ficar doente”, garante a cineasta que também é formada em dança. Além do cuidado com a alimentação, Carol dá outra dica. “Como bailarina e instrutora de yoga, destaco o alongamento antes e depois da folia. Ainda tenho bolhas no pé, mas o Carnaval, hoje, é mais tranquilo e menos sofrido, digamos”, sorri.

About admin

Check Also

Saúde:Governador assina mais uma ordem de serviço para uma unidade básica de saúde

Angelo coronel atual presidente da assembleia legislativa da bahia (ALBA) esteve nesse domingo com o …

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *